sábado, 23 de novembro de 2013

Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo - 3

Tudo isto nos coloca em crise, pois este Rei-Messias olha para nós, cristãos, Seus discípulos, e nos convida a segui-Lo por esse caminho: não o da glória, mas da humildade; não o do sucesso a qualquer custo, mas da fidelidade a todo preço; não o das honras, mas do serviço; não o da imposição, mas da proposta humilde.

Quantas vezes os cristãos pensaram o reinado de Cristo de modo demasiado humano, quantas vezes a Igreja pensou que o Reino do Senhor estava mais presente quando ela era honrada, reverenciada, presente nos corredores dos palácios ou nos palanques dos grandes do mundo... Quantas vezes vemos o reinado do Senhor quando tudo sai bem para nós... Ilusão; tentação diabólica!

Nosso verdadeiro reinado, nossa real serviço, nossa inalienável dignidade é unir-se a Cristo no Seu caminho de humilde serviço ao Evangelho, seguindo os passos do nosso Senhor: “Fiel é esta palavra: Se com Ele morremos, com Ele viveremos. Se com Ele sofremos, com Ele reinaremos” (2Tm 2,11). Todas as vezes que esquecemos isso, fomos infiéis e indignos de reinar com Cristo. Houve tempos gloriosos na nossa história de Igreja de Cristo: já fomos perseguidos pelos romanos, já fomos perseguidos em tantos lugares da terra: já nos mataram, torturaram, pisaram, discriminaram... Houve tempos tristes: quando perseguimos, torturamos e discriminamos... pensando, assim, manifestar o Reino de Cristo! Que engano! Que ilusão!

Hoje, temos uma nova chance. Nos países muçulmanos e budistas, somos cidadãos de segunda classe, perseguidos e mortos (ninguém divulga isso!), na China, somos colocados na prisão e nossos Bispos são condenados a trabalhos forçados e, aqui, no nosso Brasil, somos chamados de reacionários, medievais, obscurantistas, anacrônicos, contrários à ciência e ao progresso... porque não aceitamos o aborto, a eutanásia, o assassinato de deficientes, a dissolução da família... É! Temos, mais uma vez, a chance de testemunhar o reinado de Cristo, de permanecermos firmes no combate, com a humildade que é capaz de dialogar e ouvir, mas também com a firmeza que não arreda o pé da fidelidade ao Senhor: “Vós sois os que permanecestes constantemente Comigo em Minhas tribulações; também Eu disponho para vós o Reino, como Meu Pai o dispôs para Mim, a fim de que comais e bebais à Minha mesa em Meu Reino” (Lc 22,28-30). Que missão, que chance, que desafio, que graça! Com serenidade e firmeza, na palavra, na vida e na morte, testemunhemos: Jesus Cristo é Rei e Senhor, Princípio e Fim de todas as coisas.


Humildemente, elevemos, cheios de confiança, o nosso olhar para Ele, e como o Bom Ladrão, supliquemos: “Jesus, lembra-Te de mim, lembra-Te de nós, quando entrares no Teu Reino!” Só a Ti a glória, pelos séculos dos séculos. Amém.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.