segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Não sois deuses, não sois senhores do bem e do mal!

Divórcio tido como algo normal...
Adultério tido como liberdade...
Manipulação de embriões tida como progresso humano...
Aborto tido como direito das mulheres...
Eutanásia considerada coragem, liberdade e compaixão...
Relações homossexuais tidas como louváveis...
"Casamento" entre homossexuais tido como direito humano...
Droga tida como liberação e felicidade...



O que você acha?

"Se a alma levantar os olhos para sua Cabeça, que é Cristo, considere-se feliz pela viva agudeza de seu olhar, porquanto tem os olhos ali onde não existe a escurdião do mal! Quem tem os olhos na Cabeça, tem os olhos na virtude, na verdade, na justiça, na incorruptibilidade, em todo bem" (São Gregório de Nissa - séc. IV).

Quem é sua luz, caro Leitor meu?


Quem é seu critério para discernir o bem e o mal, o certo e o errado, a verdade e a mentira, a vida e a morte, o que agrada a Deus e o que O desagrada?
Para onde, para Quem se dirigem os seus olhos: para a Cabeça, que é Cristo?...

Frágeis somos; às vezes, infiéis. Eu, você...

Nenhum de nós pode se dizer perfeito diante de Cristo, nossa Cabeça.
Mas, tenhamos a coragem de nunca querer justificar o que o Senhor chama de mal...
Tenhamos a coragem que a fé nos dá de chamar "bem" ao que o Senhor chama "bem" é chamar "mal" ao que o Senhor chama "mal"...


2 comentários:

  1. Frágeis somos; às vezes, infiéis.
    É Dom Henrique, e quando não somos infiéis, sempre haverá um "irmão" ao lado, "senhor do bem e do mal" pronto e bem disposto e "bem-intencionado" a nos tornar um infiel (nem que for na calúnia, maledicência, feiura, maldade mesmo)
    Eu confesso-te que não sou alguém que caiu na indiferença em relação as coisas ao redor... a visão de muitas situações me são chicotes no lombo que sangram e doem de forma brutais. Que me põe de cama, adoecida, perplexa e amedrontada... de coração contrito e espírito abatido mesmo.
    A verdade, é que o homem atual (homem no sentido humano de homem/mulher) considera tudo normal... homossexualismo é normal, depravação é normal, divórcio é normal, aborto é normal, casamento gay é normal, matar é normal, relativizar mentiras é normal... tudo expressões normais de seres buscando a felicidade na vida, nem que for em bases falsas, alicerces podres.
    Tenho profundo medo da normalidade atual do mundo.

    A verdade é que as pessoas só serão verdadeiramente boas, quando derem-se realista conta que não são boas para nada... e voltarem os olhos para Deus, para a Cabeça, para Cristo endireitar os tortos passos no caminho.
    E quem é humilde o suficiente para admitir que precisa de uma luz guia para andar em segurança nas trevas desse mundo pagão?
    Adão e Eva quiseram ser deuses sem ter Deus Verdadeiro...
    E os filhos de Adão e Eva da atualidade, o homem moderno, não continua sobre a mesma perspectiva, sobre a mesma desobediência, querendo ser deuses?
    E olha o resultado...

    "Mas, tenhamos a coragem de nunca querer justificar o que o Senhor chama de mal...
    Tenhamos a coragem que a fé nos dá de chamar "bem" ao que o Senhor chama "bem" e chamar "mal" ao que o Senhor chama "mal"..."

    Sabes Dom Henrique qual é o problema dessa coragem? A crucificação... quem tem essa coragem, desde que o mundo é mundo, tem que pagar o preço da crucificação, do matadouro... o carregar a cruz num mundo que verá todo esse caminhar sobre as ordens do Deus verdadeiro, como um tapa na cara de que é possível andar na luz...
    O problema são as tribulações, provações, tentações... uma luz acesa na escuridão, sabes como é Dom Henrique, atrai os insetos...
    E é aqui que a maioria sucumbe, ou no melhor dos casos prefere colocar a candeia acesa debaixo da cama, dentro do armário...
    Enfim...

    Falo dos meus medos... meus receios...
    Hoje em dia, numa sociedade de valores distorcidos, invertidos, é errado ser virgem, ser honesto, ser sincero, ter valores claros e cristãos, ser transparente, ser de Deus, entende?!

    Spinoza escreveu assim: "Tenho me esforçado por não rir das ações humanas, por não deplorá-las nem odiá-las, mas por entendê-las"... Mas Jesus, a Cabeça, disse assim: "Amai-vos uns aos outros", porque se for para fazer como Spinoza disse: "entender uns aos outros", vemos na prática o quanto é impossível entender certas coisas, certas atitudes, certas humanidades, certas pessoas...
    Enfim...
    Estou numa fase: pára o mundo que eu quero descer!!!

    "Chora Israel, Babilônia não é o seu lugar":
    http://www.youtube.com/watch?v=wmSSEVi9ucM

    A Paz, a Força, e toda a Fé.
    =)

    ResponderExcluir
  2. Esse post de Dom Henrique esta maravilhoso, cheio de sabedoria e profetismo. Que o Divino Espírito Santo o ilumine, guie, santifique e fortaleça o nosso estimado bispo.

    ResponderExcluir

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.