terça-feira, 19 de novembro de 2013

O essencial do cristianismo - 1

Meu caro Leitor, estive imaginando uma catequese sobre a essência do cristianismo, feita de um modo acessível... Quantos somos cristãos, mas não temos uma ideia clara sobre qual é o sentido mesmo, mais profundo e definitivo, da fé cristã. Eis, portanto, nas postagens seguintes, uma proposta bem simples de explicar algo central da nossa fé! A linguagem é simples, mas o conteúdo é profundo! Não é meu; é a fé da Igreja, a fé dos Apóstolos, o desígnio amoroso de Deus! Lá vai:

Imaginemos um Juliano, curioso, sincero, crítico, sedento...

- Diga-me: Em que consiste o cristianismo? Qual a sua essência? Afinal, por que ser cristão? Por que EU deveria tornar-me cristão? Diga-me isto sem muito arroxeio! Mostre-me que o cristianismo é necessário, é indispensável! Convença-me a ser cristão!

E pensemos no que responderia um Teófilo, cristão do essencial, daqueles que conhecem em profundidade a fé cristã, daqueles que vão na mira, direto ao que realmente importa:

- Primeiro que tudo, é preciso compreender isto: O cristianismo se considera uma religião revelada. Não é fruto de uma pensamento filosófico ou religioso sobre a vida. Sua doutrina não é uma descoberta dos homens, de um sábio que teve uma intuição superior...
Os cristãos acreditam que Deus Se revelou, falou homem; disse o significado do mundo, da humanidade, sua finalidade e o que fazer para chegar a essa finalidade...
Os cristãos acreditam que não chegar a essa finalidade é frustrar-se, é não saciar o coração, é não encontrar o sentido último e fundamental da existência, é esvaziar-se neste mundo e perder-se para a eternidade...

Mas, vou logo avisando: não se pode ser cristão sem se crer que Deus falou, que disse a Verdade sobre o mundo, sobre o homem, sobre a vida e sobre a morte, sobre o certo e o errado, o bem e o mal, o aqui e o Além... Quem não crê nisto, não pode ser cristão...


2 comentários:

  1. Concordo plenamente com essa mensagem de Dom Henrique. Não tenho dúvida que uma catequese de qualidade ajudará muito a igreja no caminho da evangelização. Que o Divino Espírito Santo nos ilumine.

    ResponderExcluir
  2. "Mas, vou logo avisando: não se pode ser cristão sem se crer que Deus falou, que disse a Verdade sobre o mundo, sobre o homem, sobre a vida e sobre a morte, sobre o certo e o errado, o bem e o mal, o aqui e o Além... Quem não crê nisto, não pode ser cristão..."

    Bom dia Dom Henrique...
    Estou em pleno acordo com a profundidade das palavras desse Teófilo, Amigo de Deus.
    Presente.
    "Juliano, curioso, sincero, crítico, sedento..." ele sou eu, uma alma desejosa de perfeição, de santidade, que, por amor e sem condição, se entrega à vontade do Divino Lapidador. E só essas almas, que correspondem à atuação da graça transformante, se tornarão fortes na Fé e ardentes no Amor, para merecerem os arroubos da vida mística, numa santa,
    doce e casta união com Deus que nos falou/fala..

    A Paz de Cristo
    =)

    ResponderExcluir

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.