segunda-feira, 31 de março de 2014

Retiro quaresmal - Na piscina do Enviado, a Luz (6)

24Os fariseus chamaram uma segunda vez o homem que tinha sido cego e lhe disse: “Dá glória a Deus! Nós sabemos que este homem é um pecador”. 25Respondeu-lhes ele: “Eu não sei se é pecador; só sei uma coisa: eu era cego e agora vejo”. 26Eles lhe disseram: “Que te fez Ele? Como te abriu os olhos?” 27Ele respondeu: “Eu já vo-lo contei, mas vós não escutastes! Por que quereis ouvi-lo mais uma vez? Desejais acaso tornar-vos Seus discípulos também?” 28 - Os fariseus se puseram então a injuriá-lo e diziam: “Tu é que és Seu discípulo! Quanto a nós, somos discípulos de Moisés. 29Nós sabemos que Deus falou a Moisés, ao passo que Este, não sabemos de onde é!” 30O homem lhes respondeu: “Aí está, de fato, o que é espantoso, que não saibais de onde Ele é, Ele que me restituiu a vista! 31Sabemos que Deus não atende os pecadores; mas se um homem é cheio de piedade e faz a Sua vontade, Deus o atende”.

Comentando:

Os fariseus novamente chamam o cego. Não procuram a luz, não buscam a verdade, mas unicamente justificar sua descrença e nela descansarem tranquilamente. Fecham-se para o que Deus está mostrando no sinal feito por Jesus e, no entanto, intimam o cego a dar glória a Deus! É impressionante a cega soberba com que unem o Nome bendito e santo de Deus à tranquila afirmação que Jesus é um pecador: “Sabemos que este homem é um pecador!” Cegueira ímpia, presunçosa, soberba, totalmente fechada à luz! Atento, caro Leitor, porque tal cegueira pode ser a nossa em tantas ocasiões na vida, constituindo-se mesmo um pecado contra o Espírito Santo! Quantas vezes nos fechamos! Quantas vezes nos negamos a acolher os apelos do Senhor na nossa vida! – Piedade, Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal! Piedade!

O cego contrapõe-se à soberba dos fariseus com uma constatação simples e forte: a sua experiência, que desarma e desmoraliza a segurança presunçosa dos seus interlocutores: “Eu não sei se é pecador; só sei uma coisa: eu era cego e agora vejo”. Contra tal experiência os fariseus nada podem! Ainda hoje, todo aquele que experimentou ser iluminado por Cristo, todo aquele que encontrou o Senhor, que a Sua doçura, que experimentou Jesus agindo na sua vida, pode experimentar a força de tal certeza: minha situação mudou: eu era cego e mendigo, eu era ninguém, eu estava perdido e agora vejo; agora “sou eu mesmo!”

Os fariseus perguntam: “Que te fez ele?” Mas não querem de verdade saber, não procuram compreender e, por isso, não merecem uma resposta séria. O cego, homem simples do povo, os desmoraliza com fina e jocosa ironia: “Eu já vo-lo contei, mas vós não escutastes! Por que quereis ouvi-lo mais uma vez? Desejais acaso tornar-vos seus discípulos também?”

A resposta dos fariseus, que aqui representam o pensamento judaico de modo geral, é triste: somos discípulos de Moisés, paramos em Moisés! Temos certeza de que Deus falou a Moisés. Quanto a este Jesus, não sabemos de onde é! Dizem isto, teimam nisto mesmo depois que Jesus lhes dissera quem Ele era e donde Ele vinha, nos capítulos 7 e 8 – vale a pena lê-lo.... Não aceitam que Jesus vem de Deus, que ele é o próprio EU SOU, maior que Abraão; insistem na sua cegueira...

Mas, o que fora cego e agora vê, ainda uma vez, desmascara a cegueira teimosa dos fariseus, desmoralizando a ignorância deles, que se julgavam mestres: “Isto é espantoso! Ele me restituiu a vista e não sabeis de onde Ele é e, no entanto, abriu-me os olhos! Sabemos que Deus não atende os pecadores; mas se um homem é cheio de piedade e faz a sua vontade, Deus o atende”. O que fora cego vê que Jesus é um profeta, um justo que vem de Deus. Ainda não é toda a verdade sobre Jesus, mas sua fé vai amadurecendo, vai crescendo sempre mais... Vamos ver onde isto vai dar...

- Senhor Jesus, maior que Moisés,
Tem piedade de mim, pecador!
Senhor Jesus, Justo e Santo de Deus,
Tem piedade de mim, pecador!
Senhor Jesus, que tornas sábios os humildes e confundes os presunçosos,
Tem piedade de mim, pecador!
Senhor Jesus, Sacerdote para a Eternidade,
Mediador entre o Pai e os homens,
Tem piedade de mim, pecador!

Tem piedade de mim e do mundo inteiro!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.