segunda-feira, 23 de março de 2015

Retiro Quaresmal - Terça-feira da V semana

Meditemos ainda sobre os versículos do I Cântico do Servo Sofredor:

“Eu sou o Senhor; este é o Meu Nome!
Não cederei a outrem a Minha glória,
Nem a Minha honra aos ídolos.
As primeiras coisas já se realizaram,
Agora vos anuncio
Outras, novas;
Antes que elas surjam,
Eu vo-las anuncio!” (Is 42,8-9).


Trata-se da conclusão soleníssima! deste primeiro poema!

O Senhor Deus empenha o Seu Nome, a Sua glória, a Sua grandeza na missão do Servo!

O verdadeiro Deus – não os ídolos! – Se revela no Servo manso e humilhado. O Deus de Israel nada tem a ver com a “teologia da prosperidade”, com o pensamento de um Messias poderoso, guerreiro, triunfante dos triunfos deste mundo! Tudo isto é idolatria, é imagem de um falso deus! O Deus único e verdadeiro é o que Se manifesta na pobreza humilde do Servo sofredor!
A lógica de Deus é impressionante; dá um nó na nossa lógica! Somente nos convertendo poderemos acolhê-la!

O Senhor termina recordando a Sua fidelidade: o que Ele afirmou no passado cumpriu-se: Ele fez Israel sair do Egito, Ele deu a terra ao Seu povo, Ele o libertou dos seus inimigos, Ele castigou Israel por sua infidelidade... Tudo cumpriu-se...

Que ninguém duvide: o que Ele agora anuncia, tão misterioso, tão inesperado, tão escandaloso (Seu Servo pobre e humilde, que vai triunfar trazendo a salvação) acontecerá sem dúvida alguma! É, realmente, uma coisa nova, inesperada, nunca imaginada pela humanidade!

Reflita: os pensamentos do Senhor, os Seus modos, não são os nossos... Você está disposto a se converter aos modos, aos tempos, à lógica do Senhor?

Reze o Salmo 30/31, unindo-se a Cristo no mistério da Sua paixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.