segunda-feira, 16 de março de 2015

Brasil! 15 de março de 2015

Hoje tivemos um dia histórico para o Brasil. Os brasileiros foram às ruas simplesmente para demonstrar sua insatisfação com a onda de corrupção que envolve figuras ligadas ao atual grupo que governa o País.

Quem diz que isto é golpe, não sabe o que é uma democracia! Os cidadãos têm sim o pleno direito e o dever de manifestar sua opinião, de cobrar dos governantes honestidade, eficiência e compromisso ético.

Quanto ao impedimento da Presidente da República, qualquer cidadão tem o direito de exprimir sua opinião. É possível o impedimento de algum presidente? Claro que sim, desde que seja no marco constitucional. Falar em impedimento não é golpe, é discussão democrática. Não é terceiro turno, é manifestação de que algo de importante não está bem! Quem pode negar isto no Brasil atual? As dezenas de bilhões roubados ao povo brasileiro só na Petrobras gritam isto!

Também é preciso cuidado com aqueles que, de má fé, querem fazer contraposição entre ricos e pobres, negros e brancos! Não se trata disso e todos sabem - mesmo se alguns, por má fé ideológica, não admitem! Trata-se simplesmente de indignação contra o verdadeiro assalto aos cofres públicos, ao conjunto de medidas erradas que levou a economia brasileira à situação de crise em que nos encontramos.

Numa verdadeira democracia, o poder pertence ao povo. Contudo, não deve ser exercido diretamente, pois seria esta a arma para os populismos e demagogias totalitárias de tipo bolivariano, mas deve ser exercido através dos representantes legitimamente eleitos. Todos esses eleitos podem ser retirados do poder, se não honrarem seus mandatos, desde que pelas vias constitucionais. Em outras palavras: sim à democracia representativa; não à democracia direta!

O que mais? Ainda que alguns peçam a intervenção militar, esta solução é totalmente equivocada, porque fora do marco constitucional. Seria uma armadilha, que terminaria numa ditadura... Cabe aos civis governar, como cabe a eles, dentro do preceito constitucional, resolver os impasses que surjam na vida política do País! Penso ser mais que claro que a totalidade dos manifestantes não defende esta solução militar - nem mesmo os militares, se forem espertos! Aliás, em qualquer tempo em que um presidente seja afastado ou se afaste do seu cargo, cabe unicamente ao vice-presidente assumir. É só.

Uma última coisa: a presidência da CNBB não se colocou contra as manifestações. Avalia-as legítimas. Somente chamou atenção para que não se vá logo falando em impedimento da Presidente, pois isto poderia destruir a segurança legal e constitucional, bem como a estabilidade política do País. Cabe ao Congresso analisar esta situação das condições para um impedimento, de acordo com a força dos apelos da sociedade. Em todo caso, cada um, inclusive os católicos, tem direito de pensar como julgar melhor...

É só. O resto é apelo ideológico, alguns deles realmente deploráveis pela pouca seriedade e profundidade... Vê-se que a mentalidade realmente democrática ainda está longe das sociedades latino-americanas, incluindo o Brasil!

No mais, parabéns aos brasileiros pelo dia de hoje! A sociedade como um todo se manifestou! Cabe ao Governo ouvir, fazer um seríssimo exame de consciência e mudar o que ainda dá para ser mudado. Cabe também à Oposição ser verdadeiramente oposição. Numa eleição, elege-se o governo e a oposição. Que o governo governe e a oposição critique, fiscalize, proponha alternativas e denuncie! Quanto ao mais, é esperar que a Polícia Federal e o Poder Judiciário façam a parte que lhes cabe na investigação e punição dos culpados...

Deus proteja o Brasil! Deus abençoe os brasileiros todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.