sábado, 21 de fevereiro de 2015

Retiro quaresmal - sábado após as cinzas

"Vigiai e orai para que não entreis em tentação.
O espírito está pronto, mas a carne é fraca" (Mt 26,41).

O Senhor rezou: orou louvando, orou agradecendo, orou suplicando!
Que mistério, este, da oração do Filho de Deus!
Ele orou e nos mandou orar, e orar sem cessar, sem jamais desfalecer!

Mas, por que orar?
Poderia dizer tanto sobre isto... Mas, neste sábado quaresmal, vou limitar-me a comentar um estupendo texto do século IV, atribuído erradamente a São João Crisóstomo, arcebispo de Constantinopla:

"A oração, o diálogo com Deus, é um bem incomparável, porque nos põe em comunhão íntima com Deus. Assim como os olhos do corpo são iluminados quando recebem a luz, a alma que se eleva para Deus é iluminada por Sua luz inefável". - Aqui está uma bela definição de oração: diálogo, isto é relação viva, vital com o Senhor. Seu fruto é fazer de Deus Alguém realmente presente em minha vida. Sem a oração, Deus se reduz a uma ideia, uma teoria ou um teorema; com a oração, Deus Se torna Alguém real, concreto, presente, com Quem eu realmente posso viver numa feliz é libertadora comunhão!

"Falo da oração que não é só uma atitude exterior, mas que provém do coração e não se limita a ocasiões ou horas determinadas, prolongando-se dia e noite, sem interrupção. Com efeito, não devemos orientar o pensamento para Deus apenas quando nos aplicamos à oração; também no meio das mais variadas tarefas - como o cuidado dos pobres, as obras úteis de misericórdia ou quaisquer outros serviços do próximo - é preciso conservar sempre vivos o desejo e a lembrança de Deus. E assim, todas as nossas obras, temperadas com o sal do amor de Deus, se tornarão um alimento dulcíssimo para o Senhor do universo. Podemos, entretanto, gozar continuamente em nossa vida do bem que resulta da oração, se lhe dedicarmos todo o tempo que nos for possível". - A verdadeira oração começa com atos de oração em momentos certos de oração e, sem nunca deixar de ser isso, vai tomando conta da vida toda, vai impregnando todos os pensamentos, palavras e atos do orante. Então, tudo nele se torna oração e tudo se transformarem louvor, súplica e adoração a Deus! É o que a Escritura nos ordena: "Orai sem cessar!"

"A oração é a luz da alma, o verdadeiro conhecimento de Deus, a mediadora entre Deus e os homens. Pela oração a alma se eleva até aos céus e une-se ao Senhor num abraço inefável; como uma criança que, chorando, chama sua mãe, a alma deseja o leite divino, exprime seus próprios desejos e recebe dons superiores a tudo que é natural e visível. A oração é venerável mensageira que nos leva à presença de Deus, alegra a alma e tranquiliza o coração. Não penses que essa oração se reduza a palavras. Ela é desejo de Deus, amor inexprimível que não provém dos homens, mas é efeito da graça divina, como diz o Apóstolo: Nós não sabemos o que devemos pedir, nem como pedir; é o próprio Espírito que intercede em nosso favor, com gemidos inefáveis (Rm 8,26). Semelhante oração, quando o Senhor a concede a alguém, é uma riqueza que não lhe pode ser tirada e um alimento celeste que sacia a alma. Quem a experimentou inflama-se do desejo eterno de Deus, como que de um fogo devorador quê abrasa o coração"! - Rezar assim vai se tornando sempre mais fruto do Espírito de Deus, que murmura no nosso coração com gemidos inefáveis. Este Espírito bendito vai nos dando os sentimentos de Jesus e nos jogando, com Ele e como Ele, nos braços do Pai! Pense, Irmão meu: quem reza assim é pleno de paz, quem vive assim experimenta o Céu já aqui, porque o Reino dos Céus começa dentro de nós!

"Praticando-a em sua pureza original, adorna tua casa de modéstia e humildade, torna-a resplandecente com a luz da justiça. Enfeita-se com boas obras, quais plaquetas de ouro, ornamenta-se de fé e de magnanimidade em vez de paredes e mosaicos. Como cúpula e coroamento de todo o edifício, coloca a oração. Assim prepararás para o Senhor uma digna morada, assim terás um esplêndido palácio real para o receber, e poderás tê-lo contigo na tua alma, transformada, pela graça, em imagem e templo da sua presença". - Observe bem: uma vida que começa por rezar de verdade termina por dar verdadeiros frutos de Vida eterna é bem para o mundo! Reze! Reze sempre, sem jamais desfalecer! Reze louvando, suplicando, adorando, intercedendo... Reze e uma multidão se salvará ao seu redor, pois você será portador do Reino de Deus!

Como vai sua vida de oração? Sua oração é perseverante? É insistente? É confiante? É humilde?
Reze o Salmo 130/131

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.