domingo, 30 de novembro de 2014

Um profeta falou...

Palavras de quem vê na perspectiva do Eterno, com a serenidade de quem crê no Cristo, Senhor da História:

“Da crise atual surgirá uma Igreja que terá perdido muito. Tornar-se-á pequena e deverá recomeçar mais ou menos dos inícios.

Não será mais capaz de ocupar os edifícios que construiu nos tempos de prosperidade.
Com a diminuição dos seus fieis, perderá também grande parte dos privilégios sociais.
Recomeçará de pequenos grupos, de movimentos e de uma minoria que recolocará a fé no centro da experiência.
Será uma Igreja mais espiritual, que não se arrogará uma função política, flertando ora com a direita ora com a esquerda. Será pobre e tornar-se-á a Igreja dos indigentes. 

Então, as pessoas verão aquele pequeno rebanho de crentes como algo de totalmente novo: descobri-lo-ão como uma esperança para si mesmas, como a resposta que tinham sempre procurado em segredo...” (Joseph Ratzinger, em 1969)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Irmão, serão aceitos comentários que não sejam ofensivos nem desrespeitosos.